Sant´ Ana do Livramento

19 de Agosto de 2017

Quatro jovens são envenenados no Armour

Quatro jovens são vítimas de envenenamento. Um policial militar também precisou ser socorrido após contato com a substância.

Na noite de ontem quatro jovens passaram mal após ingerir barras de chocolates encontradas na rua. As barras de chocolate foram achadas nas proximidades do viaduto do Armour e três delas foram comidas pelos jovens.
Segundo o pai de três dos jovens envolvidos no caso, eles levaram os chocolates para casa depois de encontrar uma bolsa com o alimento na saída do colégio. Eles teriam guardado o chocolate na geladeira e comido após o jantar. A mochila contento os chocolates entre outros objetos teria sido encontrada pela mãe dos três rapazes.
Felipe de Oliveira do Espírito Santo 24 anos, Andrey Gomes Pereira 18 anos, uma amiga de nome Fabiele Cristina da Silva Borges 25 anos e um menor (L.G.A.) de 16 anos estavam em casa quando comeram o chocolate e passaram mal rapidamente. Informações dão conta que Fabiele apenas provou do chocolate e foi apenas medicada na emergência da Santa Casa, contudo, os três rapazes passaram muito mal.
O pai dos jovens foi o primeiro a prestar socorro e levar os filhos para o Pronto Socorro da Santa Casa. Dois jovens foram internados na UTI e outro levado para o CHS também para dar continuidade ao tratamento intensivo. Um dos rapazes é militar do exército brasileiro.
Médicos e enfermeiros usaram máscaras para evitar contaminação com a substância presente no chocolate que foi guardado em uma caixa. Um policial militar que participou das investigações iniciais e teve contato com os chocolates também passou mal e foi medicado.
O chocolate foi levado para perícia a fim de verificar a substância causadora do envenenamento. A suspeita seria que os chocolates teriam sido colocados propositalmente como parte do jogo Baleia Azul, onde um dos desafios seria envenenar terceiros. Até o fechamento desta edição os jovens ainda estavam internados na UTI. Segundo o médico que atendeu a ocorrência, se as vítimas fossem crianças menores, o resultado poderia ter sido ainda mais trágico.
As vítimas chegaram no início da madrugada, por volta das 22h. Durante o atendimento os médicos pensaram tratar-se de um caso grave de intoxicação, mas logo perceberam que o motivo seria veneno em razão do caso grave apresentado pelos jovens.
A suspeita recaiu logo sobre os chocolates encontrados na rua e o que sobrou foi encaminhado pela polícia para a perícia. Outra parte do material ficou armazenada no hospital. Após o atendimento médico o pronto socorro da Santa Casa passou por uma limpeza rigorosa a fim de dar tranquilidade aos demais atendimentos e evitar contaminação do veneno por outros pacientes.

Nota do Cremers

Após funcionários da Santa Casa de Livramento paralisarem atividades, Cremers fiscaliza hospital
Uma comitiva do Cremers vai fiscalizar a Santa Casa de Misericórdia de Santana do Livramento nesta quinta-feira, dia 10. A vistoria atende a um pedido do Ministério Público Estadual, e pretende verificar as condições de atendimento na instituição. A Santa Casa vem enfrentando problemas financeiros e administrativos que comprometem a assistência à saúde da população. A inspeção está prevista para as 10h.
O presidente do Cremers, Dr. Fernando Weber Matos, estará presente durante a fiscalização. A comitiva também será composta pelo coordenador da Comissão de Fiscalização, Dr. Antonio Ayub, pelo médico fiscal Dr. Alexandre Prestes, e pelo advogado Dr. Juliano Lauer.


Por: redacao@jornalaplateia.com - 10/08/2017 às 11:40

Pesquisar